Pague a Autora

Opinião

Eu não tenho opinião sobre o Lollapalooza nem sobre as bandas que vão tocar no festival. Eu não tenho opinião sobre o Expressionismo Abstrato nem sobre o Romantismo Alemão do século XIX. Eu não tenho opinião sobre o último ganhador de um leão de Cannes na categoria Filme. Ou na maioria delas. Eu não tenho opinião sobre o SBT. Eu não tenho opinião sobre o folder que recebi hoje de manhã.

Eu não me meto a dar opinião sobre tudo que me aparece porque eu não tenho opinião sobre um monte de coisa.

E nem preciso.

Porque a maravilha da opinião, amigos, é que ela é um direito, mas nunca uma obrigação.

Existem as pessoas com as quais eu concordo, as pessoas das quais eu discordo, as pessoas que me fazem mudar de ideia e as pessoas que ignoro.

As pessoas com as quais eu concordo me fazem lembrar, eventualmente, que é impossível concordar integralmente com alguém o tempo todo.

Algumas pessoas das quais eu discordo me fazem perceber que nem sempre eu preciso ser inimiga de alguém por discordar de suas ideias.

As pessoas que me fazem mudar de ideia me fazem perceber que eu não preciso ficar de um “lado” para sempre.

As pessoas que eu ignoro, bem, essas me fazem lembrar que eu não preciso ter opinião sobre tudo e sobre todos, todo o tempo.

Estes dois pequenos textos foram publicados na minha página do Facebook, onde escrevo uma porção de coisas além dos textos que vocês acompanham pelo blog. Vai lá curtir.

Fotografia da capa: Paul Stevenson // Flickr Creative Commons