Autora

Nasci em Minas Gerais e ainda bebê migrei com meus pais para o Distrito Federal. Cresci ao redor de Brasília, em cidades satélites e na periferia do entorno do DF, onde formei minha identidade mineira-brasiliense, da classe trabalhadora.

Sou a filha mais velha de poeta que trabalhou no comércio e de professora do Ensino Fundamental. Sou neta de maestro que trabalhou de alfaiate, de cozinheira, de dentista e de costureira. Cresci valorizando muito os estudos, a leitura, a prática dos trabalhos manuais.

Conto histórias desde pequena, quando só sabia desenhar. Criei meus primeiros quadrinhos nos anos 90, onde já demonstrava minha vocação para o fantástico em uma série de histórias sobre uma ratazana milionária. Na adolescência, comecei a publicar de forma independente, quando fiz minhas primeiras zines, na época xerocadas na papelaria do bairro e distribuídas pelos Correios.

Com a chegada da internet na minha casa, no início do milênio, passei a escrever e publicar minhas histórias em fóruns online e, depois, no meu próprio blog, que já passou por vários nomes e caras antes dessa que você está vendo agora.

Em 2008, entrei na faculdade como bolsista do ProUni e me formei em Comunicação Social — Publicidade e Propaganda. Trabalhei como redatora publicitária em agências de Brasília, e depois como redatora de conteúdo freelancer, quando a profissão de social media ainda não existia — nem o algoritmo das redes sociais.

Passei a existir como escritora na internet. Escrevi textos sobre feminismo que ganharam grande repercussão. Me mudei para São Paulo e continuei a escrever ficção no meu blog. Publiquei livros digitais, criei minha primeira newsletter, em 2014. Na mesma época, escrevi para grandes portais, como Update or Die! e Carta Capital. Também criei um podcast feminista sobre cultura pop, We Can Cast it!, e fui co-editora de uma coletânea de ficção científica feminista, Universo Desconstruído.

Em 2016, publiquei meu primeiro romance, As águas-vivas não sabem de si, pela Editora Rocco. Tive contos publicados em diversas coletâneas e revistas, como a Superinteressante e a Dragão Brasil. Participei de eventos de literatura e cultura pop, como a CCXP e a Bienal do Livro de São Paulo, dei palestras, ministrei oficinas de escrita e publicação independente. 

Criei o selo Bobagens Imperdíveis, que em 2017 foi uma zine mensal por assinatura, um projeto 100% independente que vendeu mais de 4 mil exemplares no primeiro ano de publicação. Pelo selo também publiquei dois livros de crônicas, um deles no início da pandemia, para falar de isolamento. Em 2019, Bobagens Imperdíveis se metamorfoseou de novo, dessa vez para um podcast narrativo com episódios sobre linguagem, história, artes e ciência. Entrevistei artistas, levei a palavra da criatividade, contei histórias sobre as pequenas maravilhas escondidas em assuntos nos quais poucos estão prestando atenção.

Em 2020, publiquei meu segundo romance, Cidades afundam em dias normais, também pela Rocco. Tive contos traduzidos para o inglês e italiano, ou publicados em livros como Irmãs da Revolução, da Editora Aleph, e A máquina do Tempo, edição da DarkSide.

Depois da pandemia, me mudei para Munique, na Alemanha, onde moro atualmente com o marido e dois gatos. Sou casada com o designer e artista brasiliense Marcos Felipe, que colaborou com vários dos meus projetos, não só com suporte emocional e pitacos, mas com identidade visual, fotografia e a capa de alguns dos meus livros, como a coletânea de contos Neuroses a varejo.

No momento, me dedico a estudar alemão, a pesquisar e produzir cultura brasileira, e a continuar a escrever de todas as formas que eu conseguir. Você pode acompanhar como essa história continua nos registros periódicos que faço na minha newsletter Uma Palavra:

[Munique, maio de 2024]


Percurso

1986

📍 nascida em Governador Valadares

1987

📍 Brasília

1994

📖 começa a criar suas primeiras histórias em quadrinhos

2009

🌎 criação do blog Aline Valek

início como redatora em agências de publicidade em Brasília

2011

🎓 forma-se em Comunicação Social – Publicidade & Propaganda como bolsista do ProUni

2013

📍 São Paulo

🌎 editora do portal de quadrinhos do Update or Die!

🎙️ criação do podcast feminista We Can Cast It!, com Gizelli Souza

2014

💌 início da newsletter Bobagens Imperdíveis

📖 lançamento da noveleta Hipersonia Crônica

📖 conto Amada publicada na coletânea Amor: pequenas estórias

📖 lançamento da coletânea de ficção científica feminista Universo Desconstruído, como organizadora

🌎 início como colunista no site da Carta Capital

2015

📖 lançamento do livro de contos Pequenas Tiranias

2016

📖 lançamento do romance As águas-vivas não sabem de si, pela editora Rocco

📖 conto O que sonham as pílulas publicado na Revista Trasgo

📖 conto O signo do ácaro publicado na Revista Traços

2017

📖 lançamento da zine Bobagens Imperdíveis – publicação mensal impressa por assinatura com 12 edições e mais de 4 mil exemplares vendidos no primeiro ano

💌 início da publicação Uma Newsletter

2018

📖 lançamento do livro Bobagens Imperdíveis para ler numa manhã de sábado

📖 conto Quando existiam as tartarugas publicado na coletânea de contos fantásticos da Superinteressante: Realidade Alternativa

📖 conto Devolva meus heróis publicado na revista Dragão Brasil

📖 zine Mulheres do mar

🍎 ministra a oficina Zine é coisa do futuro, no SESC da Avenida Paulista

2019

🎙️ lançamento do podcast Bobagens Imperdíveis

🍎 ministra os cursos de escrita Confia no processo e Laboratório de Escrita de Personagens

2020

começo da pandemia

💌 a newsletter passa a se chamar Uma palavra

🎙️ segunda temporada do podcast Bobagens Imperdíveis

📖 lançamento do livro Bobagens Imperdíveis para atravessar o isolamento

📖 lançamento do segundo romance Cidades afundam em dias normais, pela Rocco

2021

📖 conto Irmãs Aranha publicado na edição de A máquina do tempo, de H.G. Wells, publicado pela Darkside Books

🎙️ temporada de entrevistas Valek conversa no podcast Bobagens Imperdíveis, com diversos artistas convidados falando sobre processo criativo

📖 lançamento do livro de contos Neuroses a varejo

🍎 lançamento do curso Técnicas criativas para transformar ideias em textos, na Domestika, com foco em processo criativo, rotina de escrita, publicação independente e criação de newsletters

2022

📍 Alemanha

🎙️ lançamento da terceira temporada do podcast Bobagens Imperdíveis

💌 newsletter Uma Palavra chega a cem edições

📖 As águas-vivas não sabem de si entra para o catálogo do PNLD

📖 conto Carranca é publicado em inglês e italiano na coletânea Meteotopia: futures of climate (in)justice, uma parceria da Future Fictions com a Universidade de Oslo, na Noruega

2023

📖 conto A mulher que vestiu a montanha é publicado na antologia Irmãs da Revolução, organização de Ann e Jeff Vandermeer, publicada no Brasil pela Editora Aleph

📖 conto Uma nova religião publicado na Revista Morel

participa da 15ª edição da Viagem Literária, organizado pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo

🍎 ministra a oficina O narrador e o tempo: a memória na obra de Elvira Vigna

🍎 ministra o curso Escrita é reescrita



Galeria

Clique na imagem para abri-la e salvá-la em maior resolução. Não se esqueça de colocar os créditos do fotógrafo ao usá-la para divulgação.


voltar para o início