Cozinho memórias

Gostei da brincadeira que alguém propôs outro dia: explicar qual é o meu trabalho sem dizer o que é. Pensei, pensei. Escrevi: cozinho memórias.

É, isso abrange a coisa toda. 2 palavras. Fiquei satisfeita. Um pequeno exercício onde consegui cumprir o que busco quando escrevo.

Admiro no trabalho dos bons escritores a capacidade de transmitir o máximo de ideias com o mínimo de palavras.

Por isso, quanto mais leio e escrevo, mais respeito o trabalho dos poetas.

Inclusive.

Já diria Blaise Pascal: “desculpe escrever uma carta tão longa; não tive tempo de escrever uma curta”.

Escritora e apresentadora. Conto histórias em livros e no podcast Bobagens Imperdíveis.

Sliding Sidebar

Receba novos posts por email

Saiba em primeira mão quando tiver leitura nova por aqui, beibe

Visite minha loja

Apoie

Minha central de newsletters

Assine grátis

a newsletter mais legal da galáxia todo sábado no seu e-mail

Gosta do que escrevo?

faça uma doação marota

Curte, curte

Compre o e-book Pequenas Tiranias
Compre o e-book Pequenas Tiranias